Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mais que um jogo!

«If you play on possession, you don’t have to defend, because there is only one ball» - Johan Cruyff

Mais que um jogo!

«If you play on possession, you don’t have to defend, because there is only one ball» - Johan Cruyff

Henry!

por Henry, em 30.03.15

 

 

Henry, fabuloso, dentro e fora de campo! Muita sorte os miúdos do Arsenal que o têm como treinador, muito de bom eles vão aprender. Porque o futebol é um jogo colectivo, onde convém tomar as melhores decisões para chegar ao golo: «Everyone's asking: should Ryan Babel scored? No, he should've PASSED to Teixeira and WE would've scored!» - Thierry Henry

Os melhores: Zlatan Ibrahimović

por Henry, em 21.03.15

 

 

Temporiza, fixa dois jogadores percebendo a movimentação de Lavezzi e usa a sua qualidade técnica para soltar da melhor forma no seu colega de equipa.

 

Os melhores, aqueles que se distinguem de todos os outros, são aqueles que têm uma capacidade tremenda para tomar decisões acertadas na maioria do tempo que passam em jogo. São humanos, falham. Irão sempre falhar. Mas aquilo que os torna mais valiosos que os outros é a forma como quase que não erram durante os noventa minutos.

 

Percebem o futebol, e querem dar o seu melhor ao jogo. Identificam as condições mais favoráveis para a sua equipa fazer o golo. Se precisarem de parar, esperar por uma melhor opção... Não há problema, eles páram e esperam. E nesse intervalo, quando já ficam sem tempo e espaço para pensar, não há problema porque eles já pensaram muito antes de não o haver. Se a bola não está em condições para o passe simples, eles inventam e arranjam maneira de fazerem chegar a bola onde querem. Se na bancada dizem que X é a melhor decisão, esses jogadores conseguem encontrar uma decisão ainda melhor do que a perceptível aos olhos dos adeptos.

Estes jogadores enchem-nos de futebol, de possibilidades inimagináveis, conseguem surpreender-nos jogo após jogo mesmo quando parecia que já tinhamos visto o seu melhor. 

 

Zlatan Ibrahimović é desses jogadores, desses fora-de-série que nasceu para jogar futebol. É um jogador muito valioso para qualquer equipa, um ponta-de-lança fora-de-série. Em posse, dá tudo o que a equipa precisa. Um dos melhores de sempre, daqueles que ficará imortalizado na história do jogo.

 

A má decisão mais glorificada que as boas decisões

por waxa, em 26.11.14

Nani é sem dúvida o jogador mais influente da equipa do Sporting, a sua inteligência junta-se à qualidade técnica para o tornar num jogador decisivo, que decide bem na maior parte das vezes, e que leva a equipa para a frente. É um jogador de topo que pode e traz ao jogo processos que Di Maria neste momento não consegue. Assim, não é de estranhar o conteúdo da capa do Record pelos motivos apresentados.

NaniRecord.jpg

 

No entanto, na minha opinião, o golo foi uma das poucas situações onde Nani decidiu mal e tinha melhores (bastante melhores) situações para concretizar e também para passar a bola. Começando com um aparte, Mané segue os mesmos passos que Nani, é também um jogador criativo e inteligente, mas falta-lhe experiência, acabando por pecar nesse aspecto. Com a arrancada antes do passe consegue puxar e retirar do lance três jogadores do Maribor, mas acaba por fazer um passe pouco tenso que dificulta o trabalho de Nani e faz com que não consiga entrar na área mais rápido e chutar.

Nani2.jpg

 

Após retirar os 2 jogadores da frente, tinha oportunidade clara para rematar e marcar golo, o jogador a vermelho tinha escorregado e estava a levantar-se, de tal modo que não iria interceptar a bola caso ela fosse colocada do lado direito do guarda-redes. O espaço do lado esquerdo do guarda-redes também se econtra aberto e Nani tinha a possibilidade de colocar lá a bola.

 

Nani.png

 

Após remate (numa má altura), que embateu no defesa, Nani podia ter colocado a bola em Cédric que se encontrava isolado, e estava melhor posicionado para marcar. 

 

É também notável a quantidade de pessoas que diz que a defesa do Maribor pareciam pinos e que não atacavam a bola.

 

Dentro da grande área não se podem submeter a fazer grande penalidade, e portanto os jogadores nada mais podiam fazer além de se colocar entre a bola e a baliza e em simultâneo acompanhar os movimentos de Nani, algo que não é nada fácil.

  •  
  • Tags

    mais tags